SISTEMA DE RECONHECIMENTO DE FACES NÃO COLABORATIVO APLICADO AO CONTROLE DE FREQUÊNCIA ESCOLAR

José Avelino Placca

Resumo


A segurança e o controle de acesso às dependências internas de uma organização tem sido, cada vez mais,  objeto de crescentes investimentos em sistemas automatizados e dispositivos dedicados que fazem uso de modernas tecnologias dentre as quais se destaca a biometria.

Muitas instituições e empresas já adotam algum tipo de biometria para o controle de acesso à suas dependências dentre as quais podemos destacar: impressão digital, leitora da íris, reconhecimento fácil, reconhecimento de voz. A grande maioria das soluções funcionam de forma colaborativa, isto é, a pessoa a ser identificada necessita interagir com o dispositivo de forma adequada para que o reconhecimento possa ser efetivado.

O grande problema dos sistemas de reconhecimento biométrico de forma colaborativa é a disposição da pessoa em se submeter ao reconhecimento biométrico e os possíveis gargalos gerados em locais de fluxo intenso de pessoas para acesso a uma determinada dependência.

Este projeto apresenta a concepção de um Sistema de Reconhecimento de Faces de forma não colaborativa aplicado ao controle de frequência de uma instituição de ensino. O sistema tem por objetivo realizar o controle automático de frequência de alunos nas atividades escolares de forma não colaborativa utilizando-se de técnicas de reconhecimento de faces em multidões.

O produto final do presente projeto se constituirá de um sistema aplicativo (software) de controle automático de frequência contendo opções de gerenciamento da frequência e banco de dados de frequência e de imagens, acoplado a módulo de captura de imagens (câmeras digitais) dispostos nos locais onde se pretende realizar o monitoramento.

O sistema permitirá a parametrização de diversas situações de controle de frequência que poderão ser ajustadas de acordo com as normas e procedimentos da instituição tais como: tempo máximo de tolerância para atrasos, percentual mínimo de tempo de presença durante a aula, liberações de alunos para saídas antecipadas a critério do professor, etc.

Referido sistema permitirá que o controle de frequência em estabelecimentos de ensino seja feito de forma rápida, eficiente e segura e permitirá que a instituição de ensino ganhe em otimização do tempo de aula, aumente significativamente a confiabilidade dos procedimentos de registro de frequência e tenha uma segurança maior das suas dependências.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.